Caminhoneiro – pernoite no caminhão e horas extras

Caminhoneiro ingressa com reclamatória trabalhista cobrando as horas do pernoite na cabine do caminhão.

Então, o caminhoneiro alega que não tinha um sono tranquilo na cabine do caminhão.

E que precisava ficar em estado de alerta por causa dos assaltos à carga que estava transportando.

Desta forma, reclama que este estado de alerta deveria ser considerado tempo à disposição do empregador.

Mas, o TST entende que as horas que o caminhoneiro descansava na cabine do caminhão não são horas extras.

E que este período não era tempo à disposição do empregador, mas sim, um período de descanso inerente à atividade desenvolvida pelo caminhoneiro.

E ainda, que as funções de vigiar e descansar são incompatíveis.

Veja o processo na íntegra – aqui

Importante – os empregadores devem ficar atentos ao cumprimento da jornada de trabalho o eSocial está aí!

E o excesso de horas extras vai ficar evidente nas informações do eSocial!

E veja outros artigos sobre jornada de trabalho e eSocial:

 Fiscalização será otimizada com o eSocial

10 mandamentos do eSocial para o empresário

4 coisas que você precisa saber sobre a jornada de trabalho

Empresa é obrigada a regularizar jornada de trabalho

 

E acompanhe diariamente nosso site, estamos sempre publicando matérias para os empresários de uma maneira descomplicada…

De complicada chega a vida do empresário!

Então, assine nossa newsletter e não fique de fora – aqui!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest