Prisão – fraude seguro-desemprego

PF prende gerente e empregado de empresa por fraude no seguro-desemprego em Santa Maria

Demissão do funcionário era simulada para que ele recebesse o salário e o benefício

O gerente e o empregado de uma empresa de materiais de construção foram presos em flagrante pela Polícia Federal na manhã desta quarta-feira (22), em Santa Maria. Eles são suspeitos de fraudar o seguro-desemprego.

O esquema consistia em simular a demissão do empregado para que ele recebesse o salário, sem os encargos, e o benefício. Após uma denúncia anônima, os policiais iniciaram a investigação e identificaram que o homem trabalhava regularmente, apesar de formalmente demitido.

Uma operação policial na manhã desta quarta-feira (22), em conjunto com a Gerência Regional do Trabalho e Emprego, flagrou o funcionário trabalhando na sede da empresa, no Distrito Industrial. O empregado e o gerente, de 36 e 34 anos respectivamente, foram autuados em flagrante pelo crime de estelionato majorado e encaminhados à Penitenciária Estadual de Santa Maria. Se condenados, a pena pode ser de até cinco anos de reclusão, com aumento de um terço por ser contra a administração pública, uma vez que os recursos do seguro-desemprego são custeados pelo governo federal.

A Polícia Federal não divulgou o nome dos presos, nem da empresa envolvida. As investigações prosseguem para identificar se o proprietário tinha conhecimento do esquema.

Fonte: GaúchaZH

Pin It on Pinterest