Sonegação de 30 milhões no Espírito Santo

Ministério Público Federal  desmonta organização criminosa que realizava fraudes contra o fisco no Espírito Santo

A sonegação foi de tributos federais. Uma das empresas movimentava seus rendimentos em uma conta corrente aberta em nome de seu funcionário que movimentou R$ 1.673.992,41 em sua conta bancária em um ano e não entregou declaração de Imposto de renda Pessoa Física, o que despertou o interesse dos auditores da Receita Federal. Outra empresa envolvida não escriturava em sua contabilidade uma conta corrente aberta em seu nome no Banco Mercantil.

Vide matéria completa – Gazetaonline

Pin It on Pinterest